domingo, 15 de junho de 2008

1º Guimarães - Sra. da Lapa (...e último)

Fomo convidados por "nuestros hermanos" para irmos a um picnic à Sra. da Lapa. Eu, o Nel e o Xani aceitamos o desafio e à última hora o Silvas, na sua personificação do já conhecido Zéquinha, decidiu mitrar-se no grupo até Amarante...
Aqui está a foto do arranque no Castelo de Guimarães, não liguem ao Zéquinha, ele está a destoar, nós sabemos...
Logo no arranque houve uma filtragem, uns saltavam da relva para a rua, outros nem por isso...
O Nelito esqueceu-se do seu bidãozinho à fogareiro, o do Noddy... por isso foi comprar um Aquarius para a viagem!
Na ciclo via Guimarães - Fafe íamos divididos em 3 grupos, o dianteiro com Flecha, Keitas e Joelheiras...
o do meio com Atinamen, Zéquinha e Eu...

E por fim, em amena cavaqueira o Nel, Xani e Vulcão.
Já no meio do mato
Vulcão a tentar tirar fotos...
Confusão instalada, o Zéquinha estava em maus lençois...
No meio do mato
O Vulcão com medo de dar cabo dos "huevos" levava-os bem guardados, como podem ver.
sorriso nº. 14
O Zéquinha marcava negativamente a estética do grupo... quem o trouxe?
Eles lá ao fundo
Bonitas paisagens...
Nesta altura eram só rosas...
Reagrupagem
Já em Amarante, praça S. Gonçalo. Nel porque foges?
A seguir fomos comer um pão com presunto à tasca do Kilowatt.
O Vulcão com a pose nº.3
Presuntada velha!
Lambão!
Zéquinha!!!
Esta foto "espelha " bem a realidade, nesta altura eram só sorrisos, apartir de agora é que era a doer!
O Nel nesta altura já tinha adiquirido o Bidaõzinho, mas desta vez era cinzento, feíto.
O Filipe e o Xani estavam meios perros no ínicio da subida.
Já reagrupados
Em caminhos menos civilizados
Vulcão já no mato
Mais um reagrupamento
Caminho louco
Pit Stop
Vulcão pose nº. 6
Mais um caminho espetacular
O Filipe aqui já estava a dizer mal da vida dele!
Vulcão pose nº.21
Nel fecha essa boca!! Keitas "checka" a situação do Filipe, não muito positiva.
Sorriso nº.34
Foi nesta altura que o Augusto baixou as armas, digo, as joelheiras!
Continuamos a trepar, parecia não ter fim!
Passamos por zonas muito bonitas
outro reagrupamento
mais um... nesta altura já sem àgua!
aqui perdemo-nos, única falha do GPS/trilho no dia 1. O caminho simplesmente desapareceu, mas lá atinamos.
A despedida do Zéquinha, subimos muito na média estética geral do grupo! Queima esses calções!!!
Depois de subir até mais não, tivemos uma ligeira descida...
Mal vimos um tanque, reabastecemos de àgua!
Parque de estacionamento do Café Ferreira! Em aldeia remota algures entre Amarante e Régua
Depois de um pequeno snack seguimos viagem, a subir!
Muito!
Vulcão, a baixar ao peso!
A bicicleta do Filipe, ele estava um pouco mais à esquerda, no meio do mato!
O Vulcão, depois da foto, ajudou-o a sair.
Vulcão pose nº.43
sorriso esbatido nº.4
no fim de mais uma infindável subida
O Augusto precisava de ar.
O Filipe precisava de uma transfusão de sangue e duas pernas novas!
Ligeira descida...
...interrompida pelo furo do Filipe.
O Keitas consultou as cartas
O Augusto fez questão de manter a boa disposição...
Uma subida loooooonga, mas boa de fazer
Aldeia num vale remoto
Keitas pose nº.3
Descida rápida pela aldeia.
Até o gato se desviava.
sorriso nº.8
Filipe atrasado, já vinha um pouco afastado.
A subida continuava...
Mais um reagrupamento.
Eu também tenho que aparacer de vez em quando.
Xani ao fundo
Xani com um monte de sucalcos por trás. Reparem no que estava lá. Um rebanho de cabras com os sinos atados aos pescoços, eram centenas...
Parecia um espanta-espiritos gigante!
Reagrupamento antes da descida!
O Filipe ainda vinha lá ao fundo... quase não se vê.
sorriso nº. 5
Augusto, em forma de profecia, despede-se do pessoal antes da descida, mal ele sabia o que o esperava...
Após a primeira descida, com os discos a ferver o Filipe lembrou-se de lhe tocar com a luva... até fez fumo!
Segunda descida: o Vulcão e eu atacamo-la como de costume e depois esperamos pelo resto do pessoal... muito mais tarde aparecem, o pior aconteceu. O Augusto viu o Douro ao contrário...
Com algumas mazelas lá veio ele!
A vista do Douro, desta vez sem ser de pernas para o ar...
As vistas eram muito bonitas, o Augusto continuava na distribuiçao dos abraços.
Rio Douro
A descermos pelo meio de uma vinha
Pose nº. 27
Já na marginal em direcção a Peso de Régua, descobri que lá também há uma terra chamada Moledo
Chegada à Régua com uma recepção de esplanada e Super Bock.
Uns aproveitavam para avisar a familia do seu lastimável estado.
Outros... bem... não sei!
De seguida fomos para a Residencial Imperio, tomar um banho para nos prepararmo-nos para a Cabritada no Gato Preto, nesta altura o Benz (Ricardo) já se tinha juntado a nós, atestados deitamo-nos cedo.
Aqui fica a prova que o Filipe e o Ricardo não sairam da Régua a pedalar!!!
A nossa saída de manhã, com o Sandman a controlar lá no fundo!
Vulcão e Augusto, amigos inseparáveis! Estavamos a passar por baixo da Auto-Estrada.
Agora por cima!
Numa aldeia muito bonita.
Entre muros.
Com a chuva a começar a cair, era o único com um sorriso (nº. 17) nos lábios!!! Sim, levei impermeavel.
Após derrapanso no GPS tivemos que cortar caminho.
Mina de qualquer coisa...
Augusto pose nº.1
Augusto pose nº.2
Muito cansados foi pedido um sorriso e cá está: Keitas pose nº.12 e sorriso nº.9, Augusto pose nº. 3 e sorriso nº.5 e Vulcão pose nº.7 e sorriso nº.8.
E continuamos a subir pelo planalto. Sim era uma estrada plana a subir (o Augusto tem sempre razão!)
Descida castiça
Vulcão à espera do Autopumba para a Sra da Lapa.
Mosteiro de Salzedas, ou coisa assim!
Caminho romano.
reagrupamento.
Rui em mostra de grande dominio e resistência arranca em cavalo... segue... segue... segue...
passa o Nel e segue... segue... deve ter feito uns 200 metros em cavalo. Os meus parabéns!
O Xani precisou da companhia do Augusto para tirar o casaco. O Augusto, como é obvio, não o deixou ficar mal. Aqui começamos a calcar o alcatrão que nos levou à Sra da Lapa!
Novo reagrupamento.
Encontro com os meninos que foram de carro e perderam uma subida infernal!
Filipe em pose nº.76
Lá atrás vinha o Xani e o Augusto com ela já à mão...
A cara dele quando disse que a partir de aqui ia de carro!
Isto é que são jipes!!!
Uma pequena ajuda do Augusto!
Aqui foi a vez do Xani se instalar no carro, já tinhamos duas baixas!
Encontro com as Marias, que vinham com os carros atestados com o farnel para o picnic
O Xani afiou logo o bico, eu estava muito entretido com os meus kinder buenos...
Apanhamos a ciclovia para o Santuário!
Rui a chegar!
Foto dos duros que foram até o final, desde Guimarães!!! O que é que o Filipe faz ali?
Foto geral!
O picnic por motivos climáticos teve que ser "indoor", mas a comida estava muito boa! As minis até estalavam de tão fresquinhas!
Foto de despedida, o pessoal todo.


Quero agradecer ao Keitas pelo esforço realizado. Organizou a aventura e tratou dos "tracks" do GPS com grande mestria. Derreteu-nos completamente... mas foi uma grande volta de bicla! Em vez dos prometidos 130 km's, fizemos uns quase 160 bem mais pesados que o esperado, mas valeu a pena.
Este foi o picnic que mais caro me saiu na minha vida! ai...
Obrigado!

4 comentários:

Anónimo disse...

combinem lá o jantar,e meu muito obrigado ao amigo keitas,quanto á ideia do vulcão de lá voltar tenho pena mas não estou cá nesse dia lol
xani

André Fernandes disse...

Fraquinhos....
Eu estou aqui como se nada fosse!
É marcar o jantar que a fome é negra.

Jacs disse...

muito bem. pelas fotos dve ter sido um grande passeio.
Um dia destes aparecemos ai por guimaraes. Há muito tempo que andamos a falar nisso. só precisamos de desobrir o trajecto de vizela (s. bento) ate à penha.

Um abraço

HERNANI disse...

Muito fixe esa volta e com umas fotos espectaculares do rio Douro
Parabens pela aventura

Hernâni
http://www.cagareus.blogspot.com